Header Ads

Em entrevista, presidente do Cosems propõe que médicos cubanos ocupem vagas ociosas no Ceará



Em entrevista ao Jornal Alerta Geral desta quinta-feira (11), a presidente do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde do Ceará (Cosems-CE), Sayonara Cidade, alertou que mais de 400 vagas do Programa Mais Médicos, no Ceará, estão ociosas. De acordo com a secretária, o número é preocupante e, principalmente para os municípios do Interior, as vagas deixadas em aberto poderiam ser preenchidas pelos médicos cubanos que continuaram no país.

Ainda segundo Sayonara, por enquanto, os atendimentos estão sendo feitos de maneira incompleta e sem sucesso. Os jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida apontam as diferenças entre médicos cubanos e brasileiros. Segundo eles, os médicos brasileiros podem abandonar o posto a qualquer momento e, por conta disso, precisam ser convencidos pelo Ministério da Saúde. Para Luzenor, esses profissionais precisariam demonstrar uma garantia no edital de seleção. “Por exemplo, o médico tem que passar pelo menos 6 meses”, destaca o jornalista.











Fonte: Ceará Agora

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.