Header Ads

Mais Médicos: 21 vagas ainda não foram ocupadas no Ceará



O Ministério da Saúde divulgou, na última terça-feira (14), o resultado da segunda chamada para o Programa Mais Médicos. Somente 48 das 69 vagas disponíveis na fase para o Ceará foram preenchidas, um total de 68%. As 21 vagas restantes no estado são destinadas a 13 municípios, sendo 12 deles enquadrados no perfil de extrema pobreza, conforme o edital do programa.

Juntos, os 14 municípios detinham 71 vagas no primeiro edital do PMM, divulgado em novembro de 2017. Para a segunda chamada, eram 33 vagas, das quais somente 12 foram preenchidas.

As vagas são disponibilizadas para os seguintes locais:


Bela Cruz
Chaval
Crateús
Croatá
Granja
Ipueiras
Itatira
Limoeiro do Norte
Martinópole
Monsenhor Tabosa
Poranga
Quiterianópolis
Tamboril
Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEIs)


Disponibilidade

No primeiro edital, 8.517 oportunidades foram disponibilizadas após o encerramento da cooperação do Ministério da Saúde com a Organização Pan-Americana (Opas).

Os postos que continuarem em aberto serão disponibilizados em uma próxima etapa, entre os dias 23 e 24 de janeiro, para os profissionais brasileiros formados no exterior. Se não forem preenchidas, as vagas devem ser reabertas, entre os dias 30 e 31 de janeiro, para os médicos estrangeiros se inscreverem.

O presidente do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Ceará (Cosems), Josete Malheiros Tavares, explica que, antes do encerramento da cooperação, o Governo Federal costumava abrir, de três em três meses, editais para a reposição de médicos intercambistas que se desligassem por algum motivo. Desde fevereiro de 2018, no entanto, isso não acontece, o que culminou em um déficit de 160 médicos em equipes de Saúde da Família somente no Ceará.

Nacional

Segundo o Ministério da Saúde, mais de 1,5 mil vagas ainda não foram preenchidas - o equivalente a 18% do total de vagas disponibilizadas. No Ceará, ao todo, eram 443 vagas, 422 delas já preenchidas.

Em todo o Brasil, ao todo, 10.205 profissionais completaram a inscrição. O prazo para o envio da documentação dos profissionais encerrou em dezembro de 2018.

Os profissionais ocuparam, na segunda chamada, vagas que estavam abertas em 689 cidades e 11 Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEIs).

















Fonte: G1 - CE

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.