Header Ads

Ministério Público lança aplicativo com principais serviços aos cidadãos



A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, lançou, nesta sexta-feira (14), o MPF Serviços, aplicativo para dispositivos móveis que reúne os principais serviços prestados pelo Ministério Público Federal ao cidadão.

O objetivo, com a nova ferramenta, é facilitar o acesso das pessoas à instituição.

Ao todo, são 16 serviços disponíveis na palma da mão, o cidadão terá canais para denúncias, pesquisa de processos e atos normativos, envio de documentos, reclamações, sugestões e elogios sobre a atuação do MPF.

Segundo o ouvidor-geral do MPF, Juliano Baiocchi, que participou do desenvolvimento do projeto, a ideia foi reunir em um único canal, gratuito e compatível com celulares, todos os serviços oferecidos pelo MPF.

“O aplicativo permite que cidadãos de qualquer parte do Brasil tenham acesso ao procurador das capitais ou do interior. Pelo canal, as pessoas poderão não só fazer denúncias de irregularidades, como cobrar maior celeridade e melhoria na atuação do próprio MPF”, explica o ouvidor.


Pelo aplicativo, as pessoas também terão acesso às notícias do portal da instituição, às informações do Portal da Transparência do Ministério Público da União, aos contatos e localização de todas as unidades do MPF no Brasil.

Como baixar: O MPF Serviços já pode ser baixado gratuitamente em celulares Android, pela Google Play. Em breve, o aplicativo também estará disponível na Apple Store, para sistemas iOS. 

Na versão atual, ao encaminhar uma denúncia, o usuário tem a opção de anexar fotos de no máximo 10 MB cada, até um total de 100 MB por manifestação.

Conforme explica o secretário de Tecnologia da Informação da PGR,Mauro César Sobrinho, a ideia é que, a partir do próximo ano, a ferramenta também permita o envio de todos os tipos de arquivos armazenáveis em dispositivos móveis, como vídeos, áudios, PDFs e DOCs.

Mais informações sobre o MPF Serviços

Secretaria de Comunicação Social
Procuradoria-Geral da República
(61) 3105-6406 / 6415
pgr-imprensa@mpf.mp.br
facebook.com/MPFederal
twitter.com/mpf_pgr













Fonte: MPF

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.