Header Ads

Doença de chagas mata um por semana no Ceará



O Ceará registra uma morte por semana da doença de chagas, média maior que dengue. Pelo menos, 25 cidades cearenses seguem descritas em alto risco. Limoeiro do Norte está no topo, mas até esta informação será novidade para muitos de lá a partir de hoje.

A doença é causada pelo protozoário parasita Trypanosoma cruzi tem por sobrenome”negligenciada” e assim naturalizou-se. No maior sentido que a palavra pode ter. Não é que a doença do coração crescido voltou. Ela nunca foi.

Milhares de pessoas ainda vivem em casas de taipa, que o inseto barbeiro escolhe para abrigo. Quem já deixou, ou nunca morou assim, mas vive em região endêmica,corre mais risco.

A contaminação se dá, em geral, pelo inseto barbeiro, cujas fezes parasitadas penetram a pele e o Trypanosoma cruzi toma carona nos vasos sanguíneos, podendo instalar-se em partes do corpo, como intestino e coração.

Durante o tratamento receitado pelo médico, o ideal é ir a uma consulta médica uma vez por semana ou a cada 15 dias e realizar pelo menos dois exames de sangue durante o tratamento para um melhor acompanhamento dos resultados.
















Fonte: Ceará Agora

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.