Header Ads

Produção industrial do Ceará cresce em julho após três meses de queda


A produção industrial do Ceará apresentou um crescimento depois de registrar uma queda em três meses consecutivos, segundo pesquisa elaborada pelo Núcleo de Economia e Estratégia da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC).

De acordo com a pesquisa, o índice registrou 52,8 pontos. Resultado acima da linha divisória de 50 pontos mostra aumento da produção industrial na comparação com junho. O bom índice é animador e mostra que o setor começa a apresentar sinais de recuperação após os efeitos da greve dos caminhoneiros.

Já o indicador de Utilização da Capacidade Instalada retornou ao patamar observado no período anterior à greve dos caminhoneiros, apesar de ainda sinalizar que o setor industrial opera com capacidade instalada abaixo do usual para o mês. Por sua vez, os estoques de bens industriais situaram-se conforme o volume planejado para julho e não foi observada variação relevante no número de empregados alocados na produção.


Crescimento nos próximos seis meses

As projeções dos industriais cearenses sinalizam cenário de crescimento ao longo dos próximos seis meses referente à demanda por produtos manufaturados, à compra de matérias-primas e às exportações. No entanto, não há perspectiva de expansão no quadro de funcionários do setor industrial ao longo desse período.

O índice de intenção de investimentos do Ceará assinalou 56,7 pontos em agosto, correspondendo a um crescimento de 4,4 pontos em comparação ao mês anterior. Apesar do acréscimo, o indicador situa-se bem abaixo do ideal para a expansão da capacidade produtiva da indústria.









Fonte: G1 - CE

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.