Header Ads

Ceará é valente, mas perde para São Paulo no Morumbi; Tricolor é líder do campeonato


O São Paulo penou, mas manteve a liderança do Campeonato Brasileiro ao vencer o Ceará por 1 a 0, na manhã deste domingo, no Morumbi. Em um estádio lotado (57.323 torcedores), o Tricolor criou chances, viu o goleiro rival brilhar, mas se aliviou com o gol de Bruno Peres, aos 32 minutos do segundo tempo. O líder do Brasileirão venceu mais uma e chegou aos 45 pontos na tabela – o time de Diego Aguirre não pode ser alcançado pelos rivais nesta rodada.

Com 45 pontos, o São Paulo abre diferença para Internacional e Flamengo, seus principais concorrentes no momento. O Ceará, que não perdia há cinco jogos, continua na zona de rebaixamento com apenas 17. O público deste domingo foi o terceiro maior do Brasileirão. Os 57.323 torcedores no Morumbi só são superados por São Paulo x Corinthians (58.624) e Fluminense x Flamengo, que foi disputado em Brasília (59.987). A festa e a pressão da torcida, porém, ajudaram o São Paulo a buscar a vitória.

O time cearense fez bom duelo com o São Paulo, quase empatou no fim, mas deixou o campo com o gosto amargo da derrota. A bronca do técnico Lisca e de seus jogadores foi com a arbitragem de Wagner Reway, que deu sete cartões amarelos para o Ceará e expulsou Leandro Carvalho por reclamação.

Como foi o jogo

Diante de um adversário que foi ao Morumbi para se defender e, se possível, armar contra-ataques, o São Paulo mostrou superioridade desde cedo. Com Everton e Rojas abertos pelas pontas, o Tricolor criou chances seguidas – a melhor delas em chute de Reinaldo, bem defendido por Éverson, que também pegou o rebote de Everton. Depois dos 20 minutos, porém, o Ceará acertou a marcação, diminuiu os espaços pelos lados e sofreu menos. Ainda assim, o São Paulo tentou levar perigo nas bolas paradas. A “chapada do Nenê”, porém, não esteve calibrada na primeira etapa. Foram 10 finalizações tricolores contra apenas uma do Ceará.

O Ceará deixou o espírito defensivo de lado e passou a jogar de igual para igual, sempre em jogadas de velocidade que passaram a assustar o São Paulo. Aos poucos, o time da casa se irritava – principalmente Nenê, alvo de discussões com os cearenses. Éverson fez novas boas defesas, e Diego Aguirre colocou o time de vez no ataque ao lançar Shaylon na vaga de Luan. Mesmo sem Everton, lesionado durante o jogo, o Tricolor apostou nas investidas de Reinaldo, Rojas e Bruno Peres, adiantado pelo treinador após a entrada de Régis. E não é que deu certo? Aos 32 minutos, pisando na área, Peres recebeu de Diego Souza e marcou o gol da vitória, para alívio dos tricolores. O Ceará ainda assutou no fim, numa cabeçada de Arthur e numa falta cobrada pelo goleiro Éverson, mas o placar não mudou.

Próximos jogos


Os dois times voltam a campo no próximo domingo, pela 22ª rodada do Brasileirão. O São Paulo recebe o Fluminense no Morumbi, às 16h (de Brasília), enquanto o Ceará vai ao Maracanã enfrentar o Flamengo, às 11h.











Fonte: Globo Esporte

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.