Header Ads

Duelo entre Brasil e Bélgica opõe melhor ataque com defesa menos vazada



Às 15 horas (de Brasília) desta sexta-feira, Brasil e Bélgica disputam uma vaga na semifinal da Copa do Mundo da Rússia. Com uma das defesas menos vazadas do torneio, o time comandado pelo técnico Tite encontrará em Kazan o ataque mais positivo.

Brasil e Uruguai são as únicas seleções com apenas um gol sofrido em quatro partidas na Copa do Mundo. Na visão da Seleção, o tento marcado pelo suíço Zuber no empate por 1 a 1 registrado na estreia foi ilegal, já que ele empurrou levemente o zagueiro Miranda antes de cabecear.

A Bélgica, por sua vez, anotou 12 gols em quatro partidas, incluindo o triunfo por 5 a 2 contra a Tunísia. Romelu Lukaku, autor de quatro tentos, é superado apenas pelo britânico Harry Kane (cinco) na lista de artilheiros. A Inglaterra, aliás, balançou as redes oito vezes no torneio e enfrenta a Colômbia às 15 horas desta terça-feira.

A solidez defensiva é uma das marcas de Tite no comando da Seleção Brasileira. Com uma campanha de 20 vitórias, quatro empates e uma derrota, o técnico acumula 54 gols marcados e apenas seis sofridos – dos 25 jogos, o time saiu em 19 com a retaguarda intacta.

Além de manter uma defesa consistente, a Seleção Brasileira marca gols regularmente, o que faz Tite considerar o “equilíbrio” como a característica mais forte de sua equipe. Com o tento marcado sobre o México, Neymar chegou aos 11 na atual gestão e assumiu o posto de artilheiro, superando Gabriel Jesus.

“Primeiramente, fico feliz por conseguirmos fazer gols, porque a gente sabe do poderio ofensivo que a Seleção tem. Nosso objetivo é vencer o jogo, independentemente de sofrer gols ou não. O sistema defensivo é muito sólido, porque todos participam. Assim como nós participamos das ações ofensivas”, definiu o zagueiro Miranda.













Fonte: Gazeta Esportiva

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.