Header Ads

"A lei não pode se adaptar às pessoas", diz Marina em alusão a Lula



Próxima de disputar a Presidência da República pela terceira vez seguida, a pré-candidata Marina Silva (Rede) criticou a situação do sistema político brasileiro. Segundo ela, o estado atual é de "profunda estagnação". Sobre Lula, Marina acha justo que o ex-presidente não dispute as eleições, já que sua condição fere a Lei da Ficha Limpa.

A ex-ministra do Meio Ambiente do governo petista propõe uma renovação do sistema político. "Acho que chegamos ao fim de um ciclo", disse, em refêrencia ao domínio de PT e PSDB em eleições no Executivo nacional.

Marina reforçou que, neste ano, os maiores partidos do País chegam à eleição enfraquecidos. "Estão gravemente envolvidos em problemas de corrupção", disse.

Para ela, Lula não deve disputar as eleições. Se isso ocorrer, irá ferir a Lei da Ficha Limpa, disse. "(A Lei) é uma conquista da sociedade brasileira", ressaltou. "A lei não pode se adaptar às pessoas. As pessoas é que têm que se adaptar à lei", declarou.

Durante entrevista, exlusiva para correspondentes de veículos internacionais, Marina colocou seu nome à disposição dos eleitores para romper a hegemonia de tucanos e petistas. "Entendo que nunca foi tão necessário um projeto político de País, que atenda algumas questões que considero fundamentais", afirmou a pré-candidata.


















Fonte: O Povo

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.