Header Ads

Após primeira vitória, Ferroviário pode começar a projetar classificação na Série D


O Ferroviário pode começar a projetar um roteiro para conseguir sua classificação na Série D do Campeonato Brasileiro de forma tranquila e sem preocupações. A vitória por 3 a 2 diante do Interporto-TO fora de casa, no último domingo, colocou o Tubarão da Barra na ponta da tabela do grupo A4 com 5 pontos.
Como consta o regulamento, a Série D de 2018 contém seis fases. Na primeira, os 68 clubes estão divididos em 17 grupos de quatro equipes cada, onde os 17 primeiros e os 15 melhores segundos colocados se classificam, totalizando 32 times. Depois começa o sistema eliminatório com jogos de ida e volta até chegar à decisão da competição.
Nos últimos anos, a pontuação média para garantir classificação para a 2ª fase da Série D foi de oito pontos para segundos melhores colocados. Este ano, devido ao equilíbrio dos grupos até o momento, a pontuação ideal deve aumentar para 10 pontos. Desenha-se que com 12 pontos de 14 possíveis, o Ferroviário esteja classificado de forma assegurada (com mais duas vitórias e um empate).
O cenário é ainda mais positivo quando se olha para a tabela, visto que o Ferrão tem duas partidas em casa: Interporto e Cordino. Até nove pontos, dependendo do desempenho dos demais grupos, pode garantir uma classificação ao Tubarão para próxima fase. Dentro desse último contexto, o número de empates pode prejudicá-lo, a melhor situação seria vencendo três partidas, do que duas e empatando uma.
Maurílio Silva, técnico do Ferrão, falou sobre a primeira vitória na competição: "Jogamos bem, colocamos nosso ritmo e tivemos uma postura eficiente. Temos mais duas partidas em casa e se o resultado de sábado for positivo podemos começar a projetar melhor nossa situação na competição’", finalizou.
A próxima partida do Ferroviário é novamente contra o Interporto-TO, no próximo sábado, 12, no estádio Presidente Vargas, às 16 horas. A equipe se reapresenta nesta terça-feira, 8, na Vila Olímpica Elzir Cabral para retomar os treinamentos.















Fonte: O Povo

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.