Header Ads

Com viradas e gols no fim, Ceará e Iguatu ficam no empate em jogo emocionante




Seis gols, viradas, alternância de domínios, expulsões e emoção até o último minuto. Esses foram alguns dos ingredientes que estiverem presentes no empate em 3 a 3 entre Ceará e Iguatu, no Castelão, na noite desta terça-feira.

O torcedor alvinegro saiu com um sentimento de frustração por que ainda comemorava o gol de Patrick aos 45 minutos do 2º tempo, naquela que seria mais uma vitória do Vovô no apagar das luzes, mas viu Albano empatar quatro minutos depois e selar o placar final.

Com o resultado, o Ceará chegou aos 5 pontos e segue na vice-liderança, enquanto o Iguatu somou seu segundo ponto na tabela e segue na lanterna do hexagonal.

O Ceará volta a campo já na quinta-feira, 15, para enfrentar o Atlético-PR, no jogo de volta da 3ª fase da Copa do Brasil. Já o Iguatu entra em campo só na quinta-feira da semana que vem, 22, para enfrentar o Uniclinic, no estádio Morenão.



O JOGO
Jogando em casa com apoio do torcedor, o Ceará tomou as iniciativas da partida. Mas o Vovô não contava com um Iguatu tão bem organizado defensivamente e que, apesar da proposta mais defensiva, não abriu mão de atacar. Prova disso é que abriu o placar logo aos 4 minutos.

Em contra-ataque rápido, Otacílio Marcos foi lançado em velocidade e tocou na saída de Fernando Henrique, abrindo o placar.

Em desvantagem, o Ceará passou a pressionar em busca do empate. O Vovô teve mais posse de bola e volume de jogo, mas com Roberto, Luidy e Rafinha no ataque, faltava profundidade. Sem nenhuma referência, o Alvinegro esteve muito distante do gol adversário, também por pouca mobilidade e não realizar infiltrações.

O Alvinegro só conseguiu o empate em jogada de bola parada. Aos 27 minutos, Luidy cobrou escanteio e Rafael Pereira cabeceou para o gol. Leandro Silva tentou desviar e "roubar" o gol e saiu comemorando, mas a bola não bateu no lateral.

Só que a estrela de Otacílio Marcos brilhou novamente. Aos 40 minutos, o camisa 9 fez grande jogada individual, no maior estilo trombador, arrancou no meio de três defensores do Ceará e finalizou com categoria no canto de Fernando Henrique, marcando seu 8º gol no Estadual.

Ele é o vice-artilheiro do certame, empatado com Édson Cariús (Floresta) e atrás apenas de Gustavo (Fortaleza), que tem 12 gols.

Pro segundo tempo, Chamusca voltou com Arthur no lugar de Rafinha. Mas nem deu tempo do camisa 40 mostrar serviço. Aos 8 minutos, ele foi expulso por ter empurrado Caio Acaraú, que chutou a bola na cara do atacante alvinegro quando ele estava caído e também foi expulso.

Com um a menos de cada lado, o Ceará foi quem se deu melhor. Aos 22 minutos, Leandro Canhoto deu ótimo passe para Roberto, que recebeu na área e finalizou com categoria para deixar tudo igual.

A partir de então o jogo ficou equilibrado, com chances para os dois lados. Aos 31 minutos, Testinha chutou, a bola desviou em Romário e enganou o goleiro Fernando Henrique. Rafael Pereira, de forma espetacular, salvou em cima da linha.

Dois minutos depois, o zagueiro quase marcou para o Ceará, mas o goleiro Gleibson fez duas defesas espetaculares.

O camisa 1 do Iguatu se destacava como um dos personagens do jogo, até que aos 45 minutos, após cruzamento de Pio, a bola sobrou para Patrick tocar de primeira e marcar aquele que seria o gol da vitória do Ceará.

Dois minutos depois, o Vovô teve a chance de matar o jogo. Raul saiu de cara com o goleiro Gleibson e era só tocar para Pio, que estava com o gol escancarado para marcar. Mas o volante preferiu chutar e Gleibson defendeu.

Aos 49 minutos, Raul viu seu time ser castigado. Após cobrança de escanteio, Albano subiu mais que todo mundo e aproveitou que Fernando Henrique saiu mal do gol para dar números finais ao ótimo jogo no Castelão.








Fonte: O Povo

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.