Header Ads

Ceará vence o Fortaleza no primeiro Clássico-Rei 2018 e acaba com tabu




O ano do centenário do Clássico-Rei começou com fim de tabu e festa alvinegra. Depois de sete jogos de jejum, o Ceará venceu o Fortaleza no primeiro duelo entre os rivais em 2018. Valdo e Elton marcaram para o Alvinegro no triunfo por 2 a 0, na noite deste domingo, 4, no Castelão, em jogo marcado por muita intensidade e tensão.

Com o resultado, o Ceará permaneceu na 5ª posição, mas chegou aos 10 pontos e diminuiu a distância para os líderes. Já o Fortaleza permanece na 1ª colocação, com 12 pontos, só dois à frente do rival.



O Alvinegro volta a campo na quarta-feira, 7, para jogar pela Copa do Brasil. O Vovô enfrentará o Brusque-SC, às 20h45min (horário de Fortaleza), no Estádio Augusto Baer.

Já o Tricolor voltará a campo só no sábado de carnaval, 10, para enfrentar o Guarani de Juazeiro, às 16 horas, no estádio Romeirão.

O JOGO

Como era de se esperar, o clássico começou com muita intensidade, com o Fortaleza tendo maior volume de jogo e investindo pelo lado esquerdo de ataque, mostrando também boa postura defensiva para impedir as progressões do Ceará.

Mas não demorou para o Alvinegro equilibrar a partida. Muito aplicado taticamente, o Vovô teve grande entrega coletiva, organização defensiva e eficácia.

O primeiro gol veio aos 31 minutos. Ricardinho cobrou escanteio na 1ª trave e Valdo se antecipou aos marcadores para cabecear e abrir o placar.

O Fortaleza tentou reagir após o gol, mas esbarrava na marcação alvinegra. Aos 40 minutos, os tricolores reclamaram de pênalti em Alípio após dividida com Valdo na área, mas o árbitro César Magalhães nada marcou. Na sequência, aos 42 minutos, o Ceará marcou o segundo em transição ofensiva de muita rapidez

Em lance muito inteligente e com ampla visão de jogo, Pio fez, do campo de defesa, ótimo lançamento para Felipe Azevedo, que partiu em velocidade pela direita e cruzou na medida para Elton, livre na área, ampliar antes do intervalo.

Pro 2º tempo, Rogério Ceni colocou Alan Mineiro e Felipe nos lugares de Alípio e João Henrique para buscar o empate, mas ele não contava que logo aos 5 minutos um lance mudaria os rumos da partida.

Gustavo fez falta dura em Pedro Ken, pisando no tornozelo do adversário, e foi expulso. Com jogador a menos, a situação do Tricolor ficou ainda mais complicada.
A partir de então, o Ceará, que já era melhor no jogo, dominou totalmente a peleja. Foram ao menos mais três chances de ampliar o placar, com Elton, Arthur e Wescley, mas os alvinegros pecaram na finalização.

O Fortaleza, sem sua principal referência ofensiva, não teve forças para buscar a reação e viu o rival valorizar a posse de bola e gastar o tempo até o apito final.










Fonte: O Povo


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.