Header Ads

Milhares de pessoas prestigiaram o Réveillon nas margens do rio Acaraú em Sobral



Cerca de seis mil pessoas participaram do show da virada de Sobral nas margens direita e esquerda do rio Acaraú. A cidade festejou em grande estilo a chegada de 2018. A festa preparada pelo município teve apresentação do cantor e compositor Nando Reis, Waldonys, além de atrações locais que embalaram o público no Réveillon que durou mais de dez horas. Este ano a tradicional queima de fogos ganhou uma novidade: pela primeira vez Sobral assistiu a um show piromusical. A beleza dos fogos em sincronia com a emoção da música iluminaram o céu da cidade, dando as boas vindas ao ano novo.


“Foi muito lindo. Meus meninos gostaram muito de ver a queima de fogos. Foi fantástico”, disse o operador de empilhadeira Evanildo Cavalcante que levou a esposa e os filhos pequenos para prestigiarem o Réveillon de Sobral.


De acordo com Emanuela Paulino, “a queima de fogos foi linda. Foi maravilhoso dar as boas vindas a 2018 com esse espetáculo de luzes em sintonia com a música. Foi emocionante”, afirmou a analista financeira que estava acompanhada do esposo e da filha de seis anos.


Shows


No palco principal, o cantor e compositor Nando Reis fez o público sair do chão. As pessoas cantaram e dançaram ao som de canções como Marvin, Relicário e O mundo é bão, Sebastião. Para a estudante Beatriz Rodrigues, valeu a pena chegar cedo para curtir de perto o show do artista. “Valeu muito a pena. Ele é um músico incrível. Todas as músicas (são) incríveis”, festejou a estudante.


Em seguida, Waldonys subiu ao palco para embalar o público com muito forró. Com sua sanfona, o artista botou todo mundo para dançar bem ao estilo cearense.


Mais cedo, foi atração sobralense Chico Muçambê que contagiou o público numa mistura de ritmos com destaque para o Maracatu. A banda local Freud Explica encerrou as apresentações no palco principal já na manhã desta terça feira (01/01). O Réveillon de Sobral também reservou espaço para música eletrônica, prestigiando assim todos os públicos.


“Foi uma festa diversificada. Forró, pop rock, maracatu, música eletrônica... teve de tudo um pouco para agradar um público bastante eclético que prestigiou o Réveillon de Sobral”, disse o secretário de Cultura Juventude, Esporte e Lazer de Sobral, Igor Bezerra.






Fonte: Sobral 24 horas

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.