Header Ads

Investimentos públicos crescem 13,6% no Ceará em 2017




O Governo do Ceará divulgou nesta quarta-feira, 31, o balanço de resultados e ações estratégicas referentes a 2017. Os dados foram apresentados pelo Comitê de Gestão por Resultados e Gestão Fiscal (Cogerf), durante coletiva no Palácio da Abolição. Os investimentos públicos no Estado cresceram 13,6% em 2017, mas o déficit previdenciário avançou 9% em 2017 comparado a 2016, saindo de R$ 1,4 bilhão para R$ 1,5 bilhão.

Em relação aos gastos com pessoal, o Poder Executivo desembolsou 42,42% da receita corrente líquida em 2017. O limite de alerta é 43,7%. “Estamos perto, mas nos segurando”, afirma o secretário da Fazenda, Mauro Filho.

O resultado nominal, na equação de receitas e despesas, fechou o ano em R$ 371 milhões. “O esforço foi muito extraordinário, com a diminuição da receita em R$ 1,5 bilhão, pois não houve a receita da repatriação, equivalente a R$ 500 milhões, dinheiro extraordinário do Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doação (ITCMD), e não usamos depósitos judiciais. Tivemos que compensar com receita tributária”, acrescenta.

Para 2018, a projeção é que o PIB do Estado cresça acima da economia brasileira, fechando em 3% neste ano frente a 2,7% estimado para o Brasil. Também é esperada a injeção de R$ 8,7 bilhões em mais investimentos públicos no biênio 2017-2018, potencialmente gerando 524 mil empregos e R$ 2,6 bilhões em massa salarial no Ceará.

Além disso, projeta-se o adicional de tributos de R$ 1,8 bilhão oriundos de arrecadações de Cofins, ICMS, Imposto de Importação, PIS/PASEP, IPI, CSSL, IRPJ e outros pagamentos que incidem sobre a produção.








Fonte: O Povo

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.